Espante a preguiça no inverno…

“Frio e preguiça parece que nasceram colados. Basta a temperatura cair para bater aquela vontade de não fazer nada, a não ser ficar embaixo do edredom, vendo tevê e comendo – é claro! Esse desejo de esquecer-se do mundo, e ser esquecida por ele, tem um motivo. “Como o metabolismo se acelera para manter a temperatura corporal, a tendência é de as pessoas ficarem mais quietas, para garantir o estoque energético”, explica Roseli Ninomiya, nutricionista (SP). Mas não pense que encontrou uma boa desculpa para passar a temporada na moleza. Saiba como driblar o desânimo e continuar se exercitando, firme e forte.

1Defina metas
Para manter a motivação, seja qual for o esporte que você pratica, tenha objetivos definidos. Seu esporte é a corrida? Mude a aceleração da esteira. Natação? Melhore o seu tempo. Musculação? Estabeleça a carga que quer levantar até o final da estação. Se a sua preocupação é com o peso, defina sua pretensão. “Com esse tipo de motivação, você jamais faltará aos treinos”, garante Rodolfo Pavanelli Menezes, professor da Fórmula (SP ).

2 Fuja da rotina
Praticar sempre a mesma atividade pode deixá-la desmotivada. Para não cair na monotonia, e dar aquela animada, mude o estilo: substitua a corrida na esteira pelo spinning, faça uma aula de step ou de trampolim.

3 Compre um biquíni novo
Além de tirar proveito das liquidações, quando bater aquela preguiça na hora de malhar, pense na sua nova aquisição, e imagine seu corpo enxuto e sequinho, no verão.

4 Reúna a turma
Chame uma amiga para caminhar na esteira e colocar o papo em dia. Prefere esportes ao ar livre? Reúna um grupo para pedalar juntos, ou correr no parque. Assim, malhar deixa de ser sacrifício, e vira prazer!

5 Não jogue fora as suas conquistas
“Além de comprometer a manutenção do peso, parar e voltar com os exercícios oferece, ainda, outros malefícios, como a sobrecarga das articulações. Não é porque você se exercitou no verão que pode “tirar férias” no inverno, e depois voltar a treinar como antes. Será preciso uma readaptação, para não prejudicar a saúde”, avisa Eduardo Santos Fejer, personal trainer (SP ).

 

6 Selecione a trilha sonora
Nada como uma boa música para dar um ritmo agitado ao seu treino. Faça uma seleção especial, bem bacana, com muito hip hop, ritmos latinos e até uma pitada de funk carioca. Com essa trilha musical você vai ficar tão animada que nem vai perceber o frio chegar!

7 Fique entre quatro paredes
Se você pratica atividades ao ar livre, mas é uma friorenta de carteirinha, troque esse local pelas academias ou clubes (climatizados). Substituir as caminhadas e corridas no parque por esteira ou bicicleta ergométrica é uma boa solução para espantar o frio.

8 Vá para a água quentinha
Você adora natação e hidroginástica, mas detesta água fria? Não é preciso abandonar a piscina só porque o inverno chegou. Faça assim:
 Tome uma ducha na temperatura de 32º C, no ambiente da piscina.
 Prefira academias cujos banheiros tenham aquecimento.
 Vista um roupão para ir do vestiário até a piscina.
 Ao sair da água, espere uns 10 minutos para o corpo se habituar à temperatura exterior.
 Leve sempre uma roupa seca e quente para vestir após o treino.

9 Aproveite as promoções
Nesta época do ano, as academias oferecem planos interessantes. Há algumas, por exemplo, que dão descontos para os alunos que frequentam as aulas durante a tarde. Você economiza uma graninha, e aproveita a hora mais quente do dia!

 

10 Use a roupa certa
Se você não abre mão do treino ao ar livre, vista-se como “uma cebola”. Use roupas sobrepostas, feitas de tecidos leves e adequados, que oferecem um maior isolamento térmico. À medida que você sentir calor, livra-se das peças extras.

11 Previna as dores do dia seguinte
Ontem você fez “aquele” esforço! Venceu o frio, malhou, e, hoje, amanheceu com dores terríveis pelo corpo, sem querer aparecer na academia? para dar ritmo ao treino e manter uma rotina diária é importante evitar dores musculares no dia seguinte. e para preveni-las é preciso alongar, alongar e alongar os músculos. “o alongamento é importante, sempre, e mais ainda no frio, pois no inverno a musculatura fica mais rígida, e o risco de sofrer lesões é maior”, explica erik sugi, professor de musculação da Academia competition (sp).

12 Escolha o melhor horário
Está difícil sair da cama quentinha e partir para a academia? troque o horário do treino. “Experimente exercitar-se à tarde ou à noite, quando o corpo está mais aquecido. Talvez nesses períodos seja mais fácil vencer o desafio”, aconselha Rodolfo. Ou, então, experimente o horário do almoço, quando o sol está quentinho.

13 Descubra as novas modalidades
Nesta época, para animar os alunos, as academias investem em programas especiais, com aulas bem agitadas, que proporcionam gasto calórico maior – perfeitas para queimar o excesso de carboidratos das receitas típicas da temporada.

14 Treine na vizinhança
Escolha um lugar perto da sua casa ou trabalho para praticar exercícios. Assim, você não poderá dar a desculpa de não ter energia para chegar até o parque ou até a academia.

15 Invista nos superpacotes
Faça planos anuais ou semestrais na sua academia. como você está pagando por meses que ainda estão por vir, vai pensar duas vezes antes de desistir da atividade, até mesmo nos dias nublados.

16 Lembre-se das delícias invernais
Você vai resistir ao fondue de chocolate com o gato? e aquela festa com queijos e vinhos? Vai recusar o convite? Não é preciso dar adeus a todas as delícias que cruzarem o seu caminho. Vá para a esteira, invista nas aulas de spinning ou axé, e saboreie com satisfação os pequenos prazeres da vida – mas nada de exageros!

 

17 Aposte num cardápio energético
O café da manhã reforçado é fundamental para você ter pique durante o dia. “Capriche nessa refeição, consuma frutas variadas, granola, aveia”, ensina Roseli Ninomiya. E mais: não se esqueça de tomar muita água (mesmo sem sede), para melhorar a circulação.”


About this entry